Logan | Diretor explica suas críticas sobre créditos finais e easter eggs

O diretor de Logan, James Mangold, reforçou suas críticas sobre a maneira que se utilizam recursos estilísticos na produção de filmes de heróis. Responsável por encerrar com maestria o arco do personagem interpretado por Hugh Jackman, entregando o melhor filme do universo X-Men, Mangold mereceu sua indicação ao Oscar.

Ao entregar um produto final tão satisfatório que difere muito de tudo que foi apresentado no gênero, Mangold tem autoridade para tecer críticas sobre a produção de filmes de herói.

[wbcr_php_snippet id=’53103′]

Sobre créditos finais e easter eggs

Recentemente lançamos este episódio em nosso podcast IFSN falando sobre fórmulas e padronização que estão saturando nos filmes de super-heróis.

O diretor segue nessa linha e diz que “alguns diretores reduzem seus trabalhos com um final sem brilho e depois tentam resgatá-lo com a atração do que está por vir no próximo filme”, e ainda brinca dizendo que algumas cenas pós-créditos são melhores que os próprios filmes.

Outro ponto comum que foi alvo de críticas de Mangold são os easter eggs que na opinião do diretor são infantis e acabou comparando o público com “as crianças pulando tentando adivinhar histórias a partir de migalhas de pão lançadas pelas corporações”.

Deve ser realmente complicado para quem está acostumado a fazer filmes mais densos se adaptar a esse universo finito dos filmes de heróis não é?

E aí, você concorda que os filmes desse gênero seguem se repetindo e já estão saturados? Conte pra gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *