Pobrestation – Os piores video games que você já viu

A nova geração dos videogames trouxe para a indústria de games investimentos milionários em produção e distribuição de jogos e consoles baseados em alta tecnologia, e uma preocupação crescente com usuários que querem algo além de diversão pura e simples.

Playstation 3, Nintendo Wii e Xbox 360 são sonhos de consumo da maioria dos gamers, mas todos eles tem um problema em comum: o preço. Como quem não tem cão caça com gato vocês já ouviram falar dos poderosos Polystation, Vii e PX 3600, também conhecidos como Pobrestation?

O outro lado do mercado de videogames é baseado em plataformas antigas e cartuchos reutilizados e devido ao seu baixo custo tem muita força em países pobres como a Índia, China e Brasil.

Polystation

Como visual “levemente” inspirado no Playstation 1 esse é mais um das clones do famoso Nintendinho. Apesar de parecer utilizar cds quando você abre a tampa do console aparece um conector para para cartucho de 60 pinos.

Jogos: todos que rodavam no Nintendinho.
Preço: entre R$ 40,00 e R$ 100,00.

Vii

Inspirado no Nintendo Wii esse console chinês é um pouco mais avançado que a sua maioria de concorrentes. Ele possui placa de gráficos de 16-bits, como a do Mega Drive, e controle sensível ao movimento que possibilita uma tentativa de reprodução do Wii Sports.

Jogos: Happy Tennis, Catch Fish, Bowling, Alacrity Golf
Preço: aproximadamente R$ 300,00

Px 3600

Um console produzido pela Cheer-Tech, de Hong Kong, possui um visual que é uma mistura do Xbox 360 e do Playstation2 com uma placa gráfica de 8 bits, de novo nosso bom e velho Nintendinho.

Jogos: roda todos os jogos que o Nintendinho rodava.
Preço: não consegui encontrar.

E aí você já viu alguma desses “grandes” videos games ou conhece outras imitações, então é só falar aí nos comentários.

Leo Cruz

Especialista em criar aquilo que um dia você vai procurar no Google. Fã de Filmes, Séries e Animes, escreve diariamente no Deveserisso.

2 comentários sobre “Pobrestation – Os piores video games que você já viu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *