SINTONIZA #09 – A Transgressão de Clara Lima

Clara Lima

Algumas vezes falta espaço, em outras boa vontade. A quantidade de informações que correm em nossas telas nos impedem de ver ou ouvir com atenção tudo que é lançado. Para tentar aumentar essa visibilidade criamos o Sintoniza. Neste espaço apresentaremos alguns artistas que por um motivo ou outro não chegam aos ouvidos daqueles que nos circundam.

Aqui traremos um breve resumo da caminhada, pontuaremos os destaques da obra e deixaremos todos os caminhos para que você consiga estar mais ambientado aos próximos lançamentos desse artista.

Hoje vamos falar um pouco da Clara Lima, a mineira que personifica a palavra revelação. A MC acaba de lançar seu primeiro EP e reafirma a impressão de que Belo Horizonte é o novo berço do rap nacional.

Clara Lima – Transgressão

Definitivamente maioridade não significa maturidade. São vários exemplos de pessoas que mesmo após vários anos de vida e experiência profissional seguem estagnados em ideias limitadas. Seja por estarem viciados em um padrão de pensar e produzir ou por pura incapacidade. Alguns, porém, percebem com os exemplos ao redor e utilizam isso para sair na frente, mesmo quando todas as estatísticas sugerem o contrário.

Clara Lima assombrou meio mundo após as participações no Duelo de MC’s e estava evidente que o Viaduto Santa Tereza já era pequeno pro talento dela. Juventude e sagacidade estão presentes nos flows e melodias de seu primeiro trampo, reforçados pela clareza de quem sabe do que e como falar.

A transição entre as ruas e o estúdio foi rápida e nada traumática. O discurso afiado e ideais definidos são transparentes em cada linha. Clara exemplifica a insistência para que haja mais espaço para mulheres dentro do rap, com visibilidade e abertura para que essas vozes não sejam exceção.

Uma oportunidade bastou para ela, uma raridade, seja pela assertividade ou pela recepção da cena. Felizmente teremos muito tempo para ouvir tudo que ela tem a oferecer.  

Siga a página do Frequência no Facebook e acompanhe nosso podcast no Soundcloud para não perder nada sobre música independente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *