Amazon Prime: Saiba quais são as vantagens e desvantagens de ser um assinante

Um dos mais claros fatos sobre a modernidade, é que a quantidade de facilidades e invenções que deixam o dia a dia mais prático é cada vez maior.

Na corrente dessa evolução, surgiu o Amazon Prime, o clube de vantagens da Amazon, uma das maiores empresas de tecnologia do planeta.

O serviço é aclamado e virou referência, alcançando números absurdos, como os estimados 200 milhões de assinantes em todo o mundo.

Contudo, se você chegou aqui é porque espera saber se o Amazon Prime é um investimento vantajoso ou não, não é mesmo?

Por isso, continue lendo esse artigo, pois abaixo falaremos sobre o que é o Amazon Prime, e quais são as suas principais vantagens e desvantagens.

Confira!

Afinal o que é o Amazon Prime?

O Amazon Prime é um serviço de assinatura oferecido pela Amazon, em que os usuários pagam em torno de R$ 9,90 por mês para obter acesso a vários serviços da empresa.

Antes de o clube de vantagens surgir, as pessoas precisavam aderir aos serviços de um a um, o que acabava dificultando um pouco as coisas.

A ideia surgiu nos Estados Unidos no longínquo ano de 2005, e de lá para cá tornou-se febre entre os norte-americanos.

O Amazon Prime incluiu, em uma única assinatura, o acesso a streaming, livros virtuais, games e muito mais.

Veja os serviços que estão mesclados no programa:

  • Amazon Prime Video;
  • Prime Music;
  • Prime Reading;
  • Prime Gaming;
  • Dentre outros.

Além disso, assinantes do Amazon Prime têm frete grátis em milhares de produtos vendidos na loja virtual da Amazon.

Agora, conheça as vantagens e desvantagens em ser assinante do serviço.

Vantagens: quais são?

A real vantagem do Amazon Prime é a possibilidade de acessar vários produtos da Amazon com uma única assinatura, e é por isso que o serviço faz tanto sucesso nos dias atuais, onde as pessoas adoram assistir séries, ver filmes, ouvir podcasts e etc.

Outra coisa que atrai muitas pessoas é o preço de apenas R$ 9,90 mensais, que está bem abaixo do que cobram alguns concorrentes da Amazon.

Veja, mais detalhadamente, tudo o que você pode acessar por esse valor:

  • Amazon Prime Vídeo: este é o serviço de streaming da Amazon, e grande atrativo do Amazon Prime. Com ele, é possível ver várias séries e filmes, muitos deles originais da Amazon, em alta definição e através do celular, tablet, TV, dentre outras muitas possibilidades;
  • Prime Music: concorrente de serviços como Spotify, Deezer e outros, o Prime Music oferece uma gama imensa de músicas, podcasts e outros conteúdos em áudio para os assinantes do Amazon Prime;
  • Prime Reading: o Prime Reading é a loja de livros da Amazon. Os assinantes do Amazon Prime podem acessar o serviço de forma ilimitada e ler todo tipo de textos na tela do celular ou tablet;
  • Prime Gaming: ideal para os gamers de plantão, o Prime Gaming possibilita downloads gratuitos de jogos e melhorias para os assinantes Amazon Prime;
  • Promoções exclusivas: os assinantes do Amazon Prime desfrutam de alertas de promoções relâmpago e do chamado Prime Day, um período de 48h que ocorre todo ano em que diversos produtos são disponibilizados por ótimos preços na loja da Amazon. Alguns usuários chamam o benefício de “Black Friday” fora de época;
  • Frete grátis em muitos produtos: muitos produtos disponibilizados na loja da Amazon têm o selo “Prime”. Esse indicativo mostra que aquele item em questão possui frete grátis para assinantes do Amazon Prime, o que é uma das melhores vantagens do serviço.

Desvantagens: existe alguma?

Como nem tudo são flores, aqui vão os principais pontos negativos do Amazon Prime!

Os catálogos de Prime Vídeo, Prime Music e Prime Reading são limitados

A principal desvantagem não apenas do Amazon Prime, mas de toda a cadeia de conteúdo da Amazon, é a escassez de opções.

O Prime Vídeo, por exemplo, possui um catálogo bem menor que o de outros serviços de streaming, como a Netflix e o Disney+, com menos séries e filmes à disposição do assinante.

No caso do Prime Music, a própria Amazon conta com outro serviço de assinatura, o Amazon Music Unlimited, que oferece bem mais opções de conteúdo de áudio.

Por fim, no que diz respeito ao Prime Reading, temos no Kindle Unlimited, que também é da Amazon, um serviço de assinatura de e-books bem mais completo.

O frete grátis oferecido é bastante limitado

O frete grátis oferecido aos assinantes do Amazon Prime sofre da mesma “doença” que o que é oferecido por outras empresas.

Aqui, apenas alguns produtos recebem o selo “Prime” e, por outro lado, o frete expresso, que promete entregar o produto ao cliente em apenas dois dias, só funciona para cidades da região sudeste, além de Brasília e Goiânia, no planalto central.

Por essas e outras, moradores de outras regiões do Brasil acabam desencorajados a assinar o serviço.

Vale a pena ser um assinante do Amazon Prime?

A resposta é que sim, vale a pena.

Apesar das desvantagens e pontos que possam desanimar o cliente a assinar o Amazon Prime, deve-se levar em conta o preço do serviço que, por causa da quantidade de coisas que “vem no pacote”, acaba sendo até irrisório.

Além disso, o usuário tem 30 dias para usar o Amazon Prime em forma de teste e decidir se assina definitivamente o serviço ou não.

Leo Cruz

Especialista em criar aquilo que um dia você vai procurar no Google. Fã de Filmes, Séries e Animes, escreve diariamente no Deveserisso.