A Máfia dos Tigres | Netflix é processada e revista pede que série seja destruída

  Netflix é processada e revista pede que série seja destruída

[wbcr_php_snippet id=’53103′]

Resumo:

  • Série documental é acusada de violar direitos autorais, práticas desleais de negócios e enriquecimento injusto
  • Revista alega que o termo Tiger King utilizado em 2013 foi aproveitado pela Netflix e estaria manchando sua reputação após produção da Netflix
  • Apesar das reclamações, a revista HWM só entrou com o pedido de registro do nome The Tiger King em julho deste ano

Entre tantas polêmicas em torno das disputas envolvendo Carole Baskins e Joe Exotic, a série documental da Netflix, A Máfia dos Tigres é alvo de sérias acusações da revista HWM. A publicação acusa o serviço de streaming de violar direitos autorais, práticas desleais de negócios e enriquecimento injusto.

Tudo por conta do título original, Tiger King, termo utilizado pela revista em 2013 para contar a história de Joe Exotic. Segundo a HWM, a maneira como a Netflix conduziu a produção está manchando sua reputação, pois a associação com a série vai de encontro com sua política de não publicar fofocas.

No processo, a revista solicita indenização e que a série seja destruída, assim como toda a publicidade relacionada a Tiger King (A Máfia dos Tigres). Apesar de todas as alegações, a HWM só entrou com o pedido de registro do nome The Tiger King em julho deste ano.

A Netflix ainda não se manifestou sobre o caso e a polêmica série documental segue disponível na plataforma. Veja a seguir mais informações sobre A Máfia dos Tigres:

A Máfia dos Tigres

Cartaz do filme A Máfia dos Tigres - O Filme

  • Sinopse: Este documentário explora o submundo bizarro da reprodução de grandes felinos em cativeiro e os personagens excêntricos que o habitam.
  • IMDB: 7.9

🎬 Saiba Mais
▶️ Ver na Netflix

Já assistiu a série? Conta pra gente o que você achou de A Máfia dos Tigres!

Leia mais sobre Filmes e Séries e o Netflix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *