Pequeno manual antirracista | É bom e Vale a pena Ler? Confira Resumo, Livros Parecidos e mais

Capa do Livro Pequeno manual antirracista

Resumo: Está na dúvida se vale a pena comprar o livro Pequeno manual antirracista? Então você chegou ao local certo! Aqui você vai saber tudo sobre Pequeno manual antirracista inclusive se ele é bom e se vale a pena ler esse livro de Não-Ficção, Filosofia escrito por Djamila Ribeiro

Neste pequeno manual, a filósofa e ativista Djamila Ribeiro trata de temas como atualidade do racismo, negritude, branquitude, violência racial, cultura, desejos e afetos. Em onze capítulos curtos e contundentes, a autora apresenta caminhos de reflexão para aqueles que queiram aprofundar sua percepção sobre discriminações racistas estruturais e assumir a responsabilidade pela transformação do estado das coisas. Já há muitos anos se solidifica a percepção de que o racismo está arraigado em nossa sociedade, criando desigualdades e abismos sociais: trata-se de um sistema de opressão que nega direitos, e não um simples ato de vontade de um sujeito. Reconhecer as raízes e o impacto do racismo pode ser paralisante.

Afinal, como enfrentar um monstro desse tamanho? Djamila Ribeiro argumenta que a prática antirracista é urgente e se dá nas atitudes mais cotidianas. E mais ainda: é uma luta de todas e todos.

É bom e vale a pena ler?

Não ser racista é o suficiente para tornar o mundo um lugar mais justo? É esse tipo de questão que a pesquisadora, filosofa e escritora Djamila Ribeiro trata em sua obra Pequeno manual antirracista. Temas que que com certeza você já ouviu como racismo, branquitude, violência racial, opressão entre outros são trazidos a pauta com reflexões sempre pertinentes da autora.

Não é um livro complexo e é ideal para indicar a quem quer se introduzir no debate antirracista, porque a autora produz um livro que não é feito para academia e sim para a pessoa comum, com muito cuidado para ser didática em sua escrita.
Precisamos reconhecer as raízes e o impacto do racismo no nosso dia a dia e começar a enfrentar um inimigo desse tamanho, mas ela se dá nas pequenas práticas do cotidiano. Recomendo muito que você leia esse livro e depois empreste para seus amigos, sua família e crie um debate a partir dele. O mundo precisa urgentemente dessa mudança.

Resenha/Review


Livros parecidos

Gostou da leitura e quer encontrar livros parecidos com Mulheres que correm com os lobos? Segue nossa sugestão:

  • Mulheres que correm com os lobos
  • Racismo Estrutural
  • Outros Jeios de usar a boca
  • Então você quer conversar sobre raça
  • Como as democracias morrem
  • Este livro é antirracista
  • Como ser Antirracista

Saiba mais sobre a autora:

Djamila Taís Ribeiro dos Santos é uma filósofa, feminista negra, escritora e acadêmica brasileira. É pesquisadora e mestra em Filosofia Política pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Tornou-se conhecida no país por seu ativismo popular na internet, hoje possui mais de 800 mil seguidores somente no Instagram, atualmente é colunista do jornal Folha de S. Paulo.

Leia mais sobre Livros e Quadrinhos e saiba tudo sobre esse universo.

Leo Cruz

Especialista em criar aquilo que um dia você vai procurar no Google. Fã de Filmes, Séries e Animes, escreve diariamente no Deveserisso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *