Um Lugar Silencioso | Crítica do Terror com John Krasinski e Emily Blunt

Um Lugar Silencioso

O silêncio muitas vezes conversa mais com as situações difíceis do que as palavras, você apresentar um filme quase todo sem falas dando ênfase para uma protagonista surda é desafiador. Muitos diretores recorrem as falas e aos BG’s para guiar seu telespectador e trazer certa emoção. Como fazer isso com o silêncio?!

O filme Um Lugar Silencioso dirigido por John Krasinski e estrelado pro Emily Blunt tem repercutido muito nas rodinhas de conversa sobre cinema. A história apresenta uma família que provavelmente vive em um período pós apocalíptico e são reféns de criaturas cegas que são atraídos apenas pelo barulho, com isso resta apenas o silêncio entre eles. Eles fazem quase tudo que uma família normal faz, porém com os mínimos detalhes já determinados, algumas regrinhas básicas para sobrevivência.

[insert_php] include(TEMPLATEPATH . ‘/confira.php’); ?> [/insert_php]

O filme é catalogado como terror porém o foco na família e como o clima construído entre eles é tão pesado que o longa consegue te deixar mais preso na história do que se fossem apenas sustos. A história se desenrola deixando mais perguntas do que respostas, não conseguimos saber porque ou o que levou à aquela situação, isso particularmente me deixou muito mais intrigada e com vontade de ver uma continuação.

Mas aí chegamos no ponto: Porque ele tem sido uma experiência muito legal?!

[wbcr_php_snippet id=’53103′]

O filme trás a experiência do silêncio, então ele consegue te deixar tenso desde o começo, com alguns Jump Scare que dão diversão para esse momento, algumas pessoas que se assustam ao ponto de dar aquele gritinho no cinema logo pensam, “FERROU, EU SERIA PEGA AGORA”. O silêncio toma conta e você entra naquela aventura, particularmente eu até parava em alguns momentos de comer pipoca para não ter nenhum barulho. É notável que até a respiração das pessoas na sala estava controlada.

Um lugar silencioso é uma surpresa ótima de 2018, nada foi confirmado mas em um palpite, essa história irá continuar e melhor, de trás para frente.

Super recomendo, tenha essa experiência, abuse do silêncio e se acomode bem na cadeira porque de lá você não vai se mexer tão cedo, nem quando acabar.

 

O filme está em cartaz, confira o Trailer e não perca tempo: 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *